Thalles expressa ‘angustifolia’ em single gravado em português com produção de Lucas Silveira

Pode entrar / Na minha angustifolia / Eu já sei dançar / Com a minha angustifolia”, ressalta Thalles Cabral nos convidativos versos do refrão do single que lançará em 17 de junho com produção musical de Lucas Silveira e com capa criada por Fosterland a partir de foto de Carmen Campos

Angustifolia é a primeira música composta e gravada inteiramente em português por Thalles, como se apresenta no universo indie brasileiro esse ator, cantor e compositor gaúcho, nascido em Porto Alegre (RS), mas atualmente radicado na cidade de São Paulo (SP).

Em cena desde 2013 no universo do indie rock, já tendo lançado álbum (Utopia, em 2017) e EPs (o último, Where am I going on?, foi apresentado em 2020), Thalles apresenta música envolvida por sonoridade aliciante na ambiência climática gerada pela produção musical de Lucas Silveira. Muda o idioma, mas permanece em Angustifolia a melancolia recorrente na obra fonográfica de Thalles.

A frase que batiza a composição, angustifolia, veio de forma marcante à mente do artista depois da leitura do livro de estreia do escritor Gabriel N. Andreolli, Universo paralelo de palavras e tripas (2014).

Angustifolia é também o nome científico da espécie de planta conhecida popularmente como lavanda. Por ter propriedades calmantes, o óleo essencial dessa planta é utilizado em terapias para combater insônia, depressão e ansiedade – sintomas potencializados na população pela pandemia.

Esse quadro de sensações melancólicas inspirou Thalles a criar  música que flagra o eu-lírico da melodia dentro do quarto, às voltas com sombras projetadas na parede, como dizem versos da letra de música poética que confirma a interessante personalidade musical do artista.