A partir de segunda-feira (24), o Teatro Amazonas e outros espaços culturais de Manaus vão funcionar em horários diferenciados para visitação, e na entrada é obrigatória a apresentação da carteira de vacinação.

Segundo o governo, todos passam pelo processo de sanitização, seguem os protocolos de segurança em prevenção à Covid-19 e têm totens de álcool em pontos estratégicos.

São exigidos procedimentos para evitar o risco de contaminação, entre eles uso de máscara, medição da temperatura e distanciamento de 1,5 metro. Também fica proibido o contato físico com elementos dos espaços, como colunas, paredes, vitrines expositoras, esculturas, pinturas, demarcadores, portas e maçanetas.

As visitas ao Teatro Amazonas, Palacete Provincial e aos centros culturais Palácio Rio Negro, Palácio da Justiça e Povos da Amazônia devem ser agendadas no Portal da Cultura. Para a Casa das Artes não é necessário agendamento.

Crianças de até 10 anos, pessoas com deficiência e pessoas nascidas no Amazonas, com comprovante da naturalidade, têm ingresso gratuito.

Os demais visitantes pagam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada) para estudantes, pessoas acima de 60 anos, professores, doadores de sangue, militares e acompanhantes de pessoas com deficiência, mediante a apresentação de documentos.

Por conta dos protocolos de segurança em prevenção à Covid-19, as visitas acontecem em grupos de até 15 pessoas.

Confira os novos horários:
Teatro Amazonas (Largo de São Sebastião, Centro): Terça a sábado, das 9h às 15h
Centro Cultural Palácio Rio Negro (Avenida Sete de Setembro, 1.546, Centro): Quarta a sábado, das 9h às 15h
Centro Cultural Palácio da Justiça (Avenida Eduardo Ribeiro, 901, Centro): Quarta a sábado, das 9h às 15h
Palacete Provincial (Praça Heliodoro Balbi, Centro): Quarta a sábado, das 9h às 15h
Centro Cultural dos Povos da Amazônia (Avenida Silves, 1.222, Distrito Industrial): Quinta a domingo, das 9h às 14h
Casa das Artes (Largo de São Sebastião, Centro): Quarta a domingo, das 16h às 19h