O reservatório abastece 85% da cidade de Sorocaba e diversos outros municípios da Região Metropolitana. Com a nova redução, está cada vez mais próximo do atingir o volume morto.

A Votorantim Pujança, responsável pela gestão da represa de Itupararanga, reduziu, nesta quarta-feira (24), a vazão do reservatório pela quinta vez. A empresa informou que a decisão foi tomada na última reunião com o Comitê de Bacias Hidrográficas de Sorocaba e Médio Tietê (CBH-SMT). O fluxo passou de 2.750 litros por segundo para 2.500 litros por segundo. O volume útil também caiu de 20,92%, registrado em 13 de novembro, data da quarta redução, para 20,60%, nesta quarta (24). Assim, decresceu de 817,45 metros sobre o nível do mar para 817, 40. O manancial continua a operar praticamente com volume mínimo, que é de 817,45 metros sobre o nível do mar.

Esta foi a quinta subtracção em três meses da vazão de chuva da represa de Itupararanga para o Rio Sorocaba. A primeira foi adotada em agosto de 2021, quando o nível já estava em menos de 30% do totalidade. A medida foi implementada em razão da crise hídrica que atinge o reservatório. Ela objetiva preservar a quantidade de chuva restante no manancial, pois, devido à estiagem prolongada, o nível continua baixando.