Renato Teixeira tem propagado sabor de ‘Amora’, música da trilha de ‘Cabocla’, com estreia do romance no Globoplay

Formação de lirismo romântico figura tanto na versão original da trama, de 1979, quanto no remake de 2004 que fica disponível para streaming a partir de segunda-feira, 12 de abril. ♪ A estreia no Globoplay da segunda versão da novela Cabocla – exibida originalmente em 2004 e disponível na plataforma de streaming a partir desta segunda-feira, 12 de abril – fará os telespectadores sentirem novamente o sabor lírico, refinado e romântico de Amora, uma das canções mais belas e conhecidas da lavra do cantor, compositor e violeiro paulista Renato Teixeira.

Música que título ao quinto álbum de Teixeira, lançado em 1979, ano da exibição da versão original da trama ruralista criada por Benedito Ruy Barbosa com base em romance do jornalista paulista Ribeiro Couto (1898 – 1963), Amora curiosamente figura tanto na trilha sonora da produção de 1979 quanto na seleção musical do remake de 2004, sempre na voz de Teixeira (outra música recorrente na trilha de Cabocla, O trem tá feio, de Tavinho Moura e Murilo Antunes, também aparece nos dois discos, mas com gravações e intérpretes distintos).

Amora foi o primeiro lançamento de peso feito por Renato Teixeira depois da explosão nacional de Romaria (1977), obra-prima do cancioneiro do compositor, fino estilista da música folk brasileira de acento interiorano.
Apresentada na voz de Elis Regina (1945 – 1982), Romaria abriu caminho para a carreira fonográfica de Renato Teixeira – cantor que já estava em cena desde os anos 1960 – e para a própria exposição da música Amora.

Nascido em 20 de maio de 1945, o artista está perto de fazer 76 anos e continua em atividade. Com a ingressão do remake de Cabocla no catálogo de novelas, outras gerações de ouvintes certamente descobrirão o sabor frágil de Amora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.