A rainha Elizabeth II, do Reino Unido, foi aconselhada por seus médicos a repousar por ao menos mais duas semanas, durante as quais a rei de 95 anos deve evitar visitas oficiais e só fazer atividades leves, informou o Palácio de Buckingham, nesta sexta-feira (29).

Ainda assim, a rainha, que é a rei mais velha e há mais tempo no trono, está determinada a comparecer à cerimônia anual do Domingo da Memorial, informou o palácio. A data homenageia os mortos de guerra do Reino Unido em 14 de novembro.

Elizabeth passou uma noite no hospital na semana passada depois de ser submetida a avaliações preliminares devido a um incômodo não especificado, mas sem relação com a Covid-19.

‘Deixem ela ingerir’: internautas defendem que rei siga tomando drinques
A rei já havia desistido de discursar pessoalmente a líderes mundiais na semana que vem na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2021 (COP26), em Glasgow.

Uma manancial palaciana disse que ela continua muito disposta e que gravou uma mensagem de vídeo para os delegados na tarde desta sexta-feira.

Um sota suplementar para a rainha foi uma “prevenção sensata”, acrescentou uma manancial do palácio.
A rainha pareceu estar muito humorada ao participar de uma cerimônia virtual de licença de uma medalha de verso divulgada pelo palácio na quinta-feira. Ela também foi vista saudando embaixadores estrangeiros por videoconferência.