Olivia Rodrigo: tudo o que você precisa saber sobre a maior revelação do pop em 2021

Quem é ela?
Americana de origem filipina, de onde vem o sobrenome Rodrigo, Olivia tem uma vibe de “garota normal”. Visual, redes sociais e entrevistas são mais sinceros do que a média.

O tataravô e o avô dela vieram das Filipinas, no sudeste da Ásia. O pai foi criado nos Estados Unidos, mas em uma residência com todas as tradições filipinas. Até hoje, eles comem refeições típicas do país. É de lá que vem o sobrenome Rodrigo.

Quais séries da Disney ela fez?
Joshua Bassett e Olivia Rodrigo se beijam em ‘High School Musical: A Série: O Musical’

Olivia já tinha conquistado um respeitado fã-clube. Ela foi a Paige Olvera de “Bizaardvark”, do Disney Channel. A série, gravada entre 2017 e 2018, era sobre duas jovens youtubers comediantes. O jeitão meio pateta e desligado dela já chamava atenção.

Um ano depois, foi chamada para “High School Musical: A Série: O Musical”, do Disney+, derivada de “High School Musical”. Ela vive Nini Salazar-Roberts, garota escalada para interpretar Gabriella Montez (no original, Vanessa Hudgens) em um espetáculo teatral.

A série mostra os bastidores para a encenação de “High School Musical: The Musical”. Ou seja, é uma série sobre um musical fundamentado em um filme.

Que triângulo amoroso é esse?
O par romântico de Olivia na série é o ator e cantor Joshua Bassett. Um suposto triângulo amoroso envolvendo os dois e uma colega do mundinho da Disney (Sabrina Carpenter) impulsionou a música.
Olivia, Joshua e Sabrina seriam uma versão 2021 do triângulo envolvendo Miley Cyrus, Nick Jonas e Selena Gomez.

As letras de Olivia foram escritas depois de Olivia e Joshua terminarem uma relação. Eles nunca foram um par oficialmente e ela não confirma (nem nega) que suas canções são baseadas nisso.

Em janeiro deste ano, o primeiro hit solo de Olivia Rodrigo saiu fazendo barulho. Ela tem drama juvenil e arranjo power balad, mas na performance de uma estrelinha do Disney+.

A letra é sobre uma garota aos prantos, dirigindo perto da residência do ex. Ela acabara de tirar a carteira de motorista e queria estar passeando com ele. Mas está sozinha. “Drivers license”  tem performance impressionante:
Primeiro lugar do Hot 100 da “Billboard”;
Maior estreia semanal na história do Spotify, com 65,8 milhões de streams;
Primeiro lugar na parada global e americana do Spotify, Apple Music e Itunes;
Liderança na Apple Music em 48 países; no Spotify, em 31; e no YouTube, em 14;
Quase 80 milhões de views em 20 dias de YouTube;
Música internacional mais ouvida no Spotify brasileiro.
“Essa música consegue mesmo conquistar as emoções de um término. Tem toda a angústia, tristeza e instabilidade de um término”, resumiu ela.

Como é o primeiro álbum?
“Sour”, o álbum de estreia, tem a angústia de uma mini Alanis Morissette emoldurada por uma sonoridade Disney rock pós-Lorde. As duas cantoras estão na lista de influências sempre citadas.

Ela contou que só quer cantar coisas que a deixam “constrangida”, mas que quase toda jovem mulher pensa:
“Você não é encorajada a falar sobre o quão insegura, ciumenta e raivosa você é.”

O álbum conta com desprendimento a angústia de terminar o primeiro namoro: começa com revolta, passa pela melancolia e termina com certa sobriedade, quase ternura.

Do que ela gosta?
“Eu já vi os filmes da ‘Saga Crepúsculo’ tantas vezes que parei de contar. Eu não tenho nem mais vergonha de assumir que eles são meus filmes favoritos”, disse ela. E o álbum preferido? “É ‘Pure Heroine’, da Lorde. Esse é meu disco preferido de todos os tempos”, elegeu.

O primeiro show que foi, no entanto, foge um pouco do óbvio. “Foi do Weezer! Eu lembro que eu era tão pequena que não conseguia ver o palco, detrás da multidão, então eu fiquei me equilibrando em umas latinhas de refrigerante o tempo todo.”

Mais e mais recordes
Depois de “Driver’s license” chegar ao topo, “Good 4 U” também estreou no primeiro lugar do Hot 100 da “Billboard”, a parada mais importante dos Estados Unidos. “Deja Vu” entrou em oitavo lugar. Foi a primeira vez que as três primeiras músicas de um artista estrearam no top 10.
Em outro top 10, o do Spotify americano, ela dominou a lista inteira. Nos primeiros dias de lançamento do álbum, as dez música mais ouvidas na plataforma foram da cantora.