Netos de Martinho da Vila, Raoni e Dandara lançam o EP ‘Atravessando gerações’

Todo mundo é bamba na casa de Martinho da Vila. Vários filhos do cantor e compositor fluminense, como Mart’nália e Tunico da Vila, seguiram há décadas a carreira do pai. Nos últimos anos, tem sido a vez da terceira geração.

Netos de Martinho da Vila, os irmãos Dandara Ventapane e Raoni Ventapane formam dupla – que entrou em cena no término de 2017 com o show Canta, canta, minha gente, espécie de roda de samba baseada no repertório do avô – e, depois de quatro anos, lançam o primeiro EP da discografia.

O título do disco, Atravessando gerações, já sinaliza que os artistas prosseguem com a tradição do samba da dinastia do bamba Martinho José Ferreira, atualmente com 83 anos.

Das cinco músicas, somente uma, Namoradeira (Roque Ferreira e Grazielle, 1995) é regravação do repertório de Martinho, tendo sido apresentada pelo cantor no álbum Tá delícia, tá gostoso (1995). As outras quatro músicas são da lavra de Raoni.

Defendida no disco por Dandara, atual primeira porta-bandeira da escola de samba Paraíso do Tuiuti, Meu enredo é parceria de Raoni com Mart’nália e Thiago da Serrinha, produtores musicais do EP Atravessando gerações. Seja feliz é a primeira parceria de Raoni com Ana Costa, madrinha artística da dupla.

Da lavra solitária de Raoni, a música-título Atravessando gerações abre o disco em gravação que junta Raoni e Dandara com a mãe, Analimar Ventapane, e com o avô, Martinho.

O partido alto Que preta é essa? (Raoni) versa sobre o poder feminino e completa o repertório do EP Atravessando gerações, disponível a partir desta sexta-feira, 2 de julho.