A dois meses de fazer 23 anos, a serem completados em setembro, Kevin Kawan de Azevedo – o funkeiro paulista conhecido como MC Kevinho – se mostra vigilante aos sinais do mercado brasileiro de música pop e vai além do funk ao longo das seis músicas inéditas que compõem o repertório do EP O MLK dos hits.

Posto em rotação na sexta-feira, 9 de julho, o disco O MLK dos hits não é o primeiro EP da carreira do artista, como tenta fazer crer a equipe de marketing da gravadora Warner Music. MC Kevinho já lançou EPs em 2016 e em 2017 quando ainda estava associado a selos independentes de menor visibilidade no mercado fonográfico.

Formato à parte, cinco anos depois de o estouro do single Olha a explosão (2016), Kevinho aposta nos ritmos em voga no universo pop nacional para continuar fazendo jus ao título do EP O MLK dos hits.
Capa do EP ‘O MLK dos hits’, de MC Kevinho

Tem até funk à moda tradicional, na faixa Azar do amor, mas Kevinho também transita por piseiro (na batida da música Saudade da porra, gravada com produção musical DJ Passolli e do DJ RD), brega funk (na faixa Do jeito que o povo gosta, produzida por Umberto Tavares) e bregadeira (na música Pra fazer amor).

Já Tomara e Modo avião (faixa produzida pelo trio potiguar de música eletrônica Mad Dogz) aceleram a batida do funk, mostrando que MC Kevinho dança conforme a música no EP O MLK dos hits.