Em homenagem ao Dia da Consciência Negra (20 de novembro), a Livraria Municipal “Professor Nelson Foot (BNF)”, em Jundiaí (SP), promove uma programação privativo e gratuita para comemorar o tema, com a 5ª edição da ZumbiTECA – Mostra Afro da Livraria Municipal Professor Nelson Foot.

Neste ano, o homenageado será o jornalista jundiaiense Lucas Menóhgrafia, poeta slammer (que participa de batalhas de poesias) tal qual livro póstumo intitulado “Um dia o poeta morre, mas a verso vive” foi lançado em 2021. A cerimônia de buraco acontece no dia 29 de novembro, às 19h30, no auditório da livraria.

A exposição pode ser visitada até o dia 11 de dezembro, na Espaço de Exposições da BNF. No dia 11 de dezembro (sábado), das 9h às 13h, no estacionamento da Argos e na livraria, será promovido o fecho da ZumbiTECA, com o SARAU, com a mostra de uma “Guerra de Rimas” e apresentação de movimentos culturais com a presença de slammers, DJs, hip hop, grafite e suporte ao movimento skatista.

Até 25 de novembro, na Espaço de Exposições da livraria, acontece a Mostra de Caricaturas de Escritores, do artista Paulo Trilho. São 30 escritores da literatura universal, representados pelo traço do cartunista. A visitação é de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h30.

Programação online
Na programação online, a Livraria Nelson Foot oferece variedade:
No dia 13 de novembro, o podcast “Falando de Livros” traz um bate-papo com Alexandre Re, músico, apresentador de TV e responsável do livro “O poder está contigo”. O acesso é pelo aplicativo Spotify.
O Leiturinha em Residência traz, no dia 18 de novembro, “O Pássaro-da-chuva”, de Monique Bermond, adaptada e contada pela servidora Rosa Maria de Almeida. O acesso é pela página do Facebook da BNF.
O Leitura em Foco apresenta, em novembro, uma seleção de obras do responsável brasílio Lima Barreto, neto de escravos e fruto de pais livres, nascido no dia 13 de maio de 1881, exatamente sete anos antes da Lei Áurea colocar um término à escravidão. Em suas obras é provável ver o tema da escravidão a partir de sua própria experiência.

As indicações literárias do mês seguem a programação privativo em celebração ao mês da Consciência Negra, com obras de escritores negros que podem ser conferidos no site da livraria.