A Justiça do Distrito Federal concedeu, nesta quinta-feira (27) liberdade provisória ao motorista preso em flagrante depois de atropelar um ciclista, de 18 anos, na noite de terça-feira (25), na QNQ 5 do Sol Nascente. O condutor havia fugido sem prestar socorro à vítima.

O processo tramita na 1ª Vara Criminal de Ceilândia. Na audiência de custódia, foi definido que o motorista não pode sair de sua residência entre 22h e 6h, inclusive aos sábados, domingos e feriados.

Além disso, ele deve manter atualizados o endereço e o telefone, e não pode se ausentar do DF por mais de 30 dias sem autorização da Justiça. O homem também deve comparecer às audiências sempre que for solicitado.

O atropelamento
O momento do atropelamento foi flagrado por câmeras de segurança. As imagens mostram que João Batista da Silva Junior, de 18 anos, parou a bicicleta em um cruzamento.
Em seguida, ele foi atingido por um veículo branco e arremessado. O motorista não parou.
Testemunhas prestaram socorro à vítima. Um motociclista avisou a Polícia Militar.
Houve perseguição e o motorista chegou a bater em outros veículos antes de parar e ser preso. Segundo a PM, ele disse que fugiu porque não tem Carteira de Habilitação (CNH).