Dois jovens que foram esfaqueados na noite de ontem, 31, na praia de Copacabana, já foram liberados e passam bem, segundo a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro. Ao todo, 111 pessoas foram atendidas nos três postos médicos montados na orla para a festa de passagem de ano na noite de sexta-feira.

A maioria dos atendimentos foi de pequenos traumas (pancadas, cortes, etc) ou de pessoas que passaram mal devido à excessiva ingestão de bebidas alcoólicas, informou a secretaria.

Onze pacientes com quadros mais graves precisaram ser transferidos para hospitais ou Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da rede, entre eles os dois homens esfaqueados na noite de ontem em meio a um arrastão na orla de Copacabana. Eles foram removidos para os hospitais municipais Souza Aguiar e Miguel Couto, receberam os cuidados indicados e já tiveram alta.

Além dos atendimentos médicos, do meio-dia às 17h, as estruturas funcionaram como postos de vacinação contra a covid-19. Ao todo, 370 pessoas foram imunizadas com a primeira, a segunda ou a dose de reforço, conforme o esquema vacinal prévio de cada um.