Governo autoriza a Caixa a reajustar preço das apostas das loterias; Mega-Sena custará R$ 4,50

O Ministério da Economia autorizou a Caixa Econômica Federal a aumentar os preços das apostas das loterias no país. A Mega-Sena, que hoje custa R$ 3,50, passará a R$ 4,50, um aumento de 28,6%. O banco deverá definir a data em que os novos valores entram em vigor.

A portaria que autoriza o aumento foi publicada nesta quinta-feira (31) no Diário Oficial, e foi elaborada pela Secretaria de Avaliação, Planejamento, Energia e Loteria do ministério.

A última atualização no preço da aposta da Mega-Sena ocorreu em 2015, quando passou de R$ 2,50 para R$ 3,50.

O aumento deverá entrar em vigor num domingo ou feriado nacional, após pelo menos 3 dias de propaganda em rádio, TV, jornais e revistas e internet.

A portaria também autoriza a Caixa a, a partir de 2020, fazer reajustes sem necessidade de autorização do governo desde que o percentual seja inferior ou igual à inflação acumulada nos 12 meses desde o aumento anterior. Para reajuste superiores, o banco ainda vai precisar do aval do governo.

Veja abaixo os novos valores:

Dupla-Sena: a aposta simples, ou mínima, passa de R$ 2,00 para R$ 2,50
Loteca: a aposta múltipla mínima obrigatória passa de R$ 2,00 para R$ 3,00
Loteria Federal: a portaria não faz menção se haverá mudança
Lotofácil: a aposta simples, ou mínima, passa de R$ 2,00 para R$ 2,50
Lotogol: a aposta simples, ou mínima, passa de R$ 1,00 para R$ 1,50
Lotomania: a aposta única passa de R$ 1,50 para R$ 2,50
Mega-Sena: a aposta simples, ou mínima, passa de R$ 3,50 para R$ 4,50
Quina: a aposta simples, ou mínima, passa de R$ 1,50 para R$ 2,00
Timemania: a aposta única passa de R$2,00 para R$ 3,00

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.