É #FAKE que WhatsApp mudou ‘furtivamente’ forma de grupos no aplicativo

WhatsApp permitiu, na verdade, que usuários que não desejam ser adicionados em grupos por pessoas que desconhecem mudem isso no aplicativo. Circula pelas redes sociais uma mensagem que diz que o WhatsApp “furtivamente” mudou a forma de grupos para que todas as pessoas, inclusive desconhecidas, possam juntar um usuário a um grupo, incluindo chats de apostas e grupos de fraude financeira.

Procurado, o WhatsApp afirma que não houve tal mudança e que, portanto, não houve nenhuma ação “furtiva” ou recente.

“O WhatsApp sempre permitiu que qualquer pessoa com seu número de telefone pudesse te enviar uma mensagem ou te juntar a um grupo, assim como qualquer pessoa pode te enviar um SMS ou um e-mail caso tenha suas informações de contato. Este tem sido o padrão desde 2011 e qualquer observação indicando o contrário é falso”, afirma.

“Em 2019, o WhatsApp adicionou novos controles para os usuários que preferem estabelecer limites sobre quem pode adicioná-lo a grupos”, esclarece.

Em outras palavras, a forma padrão sempre foi “todos”. No entanto, desde 2019, cabe ao usuário determinar o quanto quer se expor. Se deixar “todos”, uma pessoa que não tem seu contato pode adicioná-lo a um grupo. Caso contrário, ele pode modificar isso.

O trecho da mensagem que mostra como modificar as configurações do WhatsApp, inclusive, é verdadeiro. O usuário pode escolher “todos”, “meus contatos” e “meus contatos, exceto”. Detalhe: os administradores que não conseguirem juntar o usuário a um grupo ainda poderão enviar a esse usuário um convite por meio de uma conversa individual.

A mensagem falsa tem sido bastante disseminada. O WhatsApp a marcou como “encaminhada com frequência” e disponibilizou uma lupa (à esquerda da mensagem falsa) para permitir que o usuário pesquise sua verdade na internet.