César Lacerda reúne time intercontinental de convidados em Nações, homens ou leões, álbum que lança na sexta-feira, 12 de novembro, com repertório inédito e autoral.

Além da já revelada participação de Xenia França (baiana residente em São Paulo) na música Parece pouco, parceria de Lacerda com Luca Argel (carioca radicado em Portugal), o disco reúne a cantora angolana Aline Frazão, o norte-americano Ben LaMar Gay (cantor, compositor e instrumentista associado ao jazz moderno), a cantora paulistana (residente em Zurique, na Suíça) Dandara Modesto, a cantora gaúcha Filipe Catto, a mineira Malvina Lacerda (mana de César) e o paulistano Marcelo Jeneci.

Quarto álbum solo de Lacerda, Nações, homens ou leões apresenta onze músicas em repertório autoral no qual o compositor firma parceria com Ronaldo Bastos, letrista de duas canções, Mudar a vida e O sol que tudo sente.

Na visão de César Lacerda, o repertório de Nações, homens ou leões está dividido em três atos.

As 11 músicas do disco com os respectivos compositores e convidados:

Ato I
1. O sol que tudo sente (César Lacerda e Ronaldo Bastos) feat. Malvina Lacerda
2. Parque das Nações (César Lacerda e Luca Argel) feat. Aline Frazão
3. Me diz por que brigamos (César Lacerda)
4. Parece pouco (César Lacerda e Luca Argel) feat. Xenia França

Ato II
5. Quem vai sonhar o sonho (César Lacerda) feat. Malvina Lacerda
6. Antropoceno (César Lacerda)
7. Mudar a vida (César Lacerda e Ronaldo Bastos)
8. O que eu não fiz (César Lacerda e Romulo Fróes) feat. Filipe Catto & Dandara

Ato III
9. Se hoje o mundo ultimar (César Lacerda)
10. Desejos de um leão (César Lacerda e Uiu Lopes) feat. Marcelo Jeneci
11. Amanhã (César Lacerda e Luca Argel) feat. Ben LaMar Gay