A ampliação na estrutura do centro de diálise de Sorocaba (SP) elevou para 900 o número de vagas para atendimento de pacientes que moram em 48 cidades que compõem o Departamento Regional de Saúde (DRS) da região.

Antes da inauguração do novo espaço há 10 dias, por volta de 90 pacientes eram atendidos no hospital Santa Lucinda. A nova estrutura beneficiará mil pacientes, que antes precisavam viajar para outros municípios. O remanejamento não terá dispêndio às prefeituras e Estado.

Pacientes de Sorocaba e Votorantim, por exemplo, não precisarão mais viajar à Itu (SP) para fazer a hemodiálise. O remanejamento dos pacientes que hoje fazem o tratamento em Itu será feito nas próximas semanas por meio da médio de regulação de vagas do governo do estado.

A ampliação procura melhorar o tratamento de muitos moradores da região, já que paciente costuma permanecer quatro anos conectado à máquina de hemodiálise e faz isso pelo menos 3 vezes na semana. O procedimento exige do corpo da pessoa, que muitas vezes fica debilitada e pode permanecer ainda mais com as viagens.