Brasil volta a ter média móvel de mortes por Covid acima de 500 depois de seis dias

São 520 mortes, em média, por dia. Em 24 horas, o país registrou 709 óbitos pela doença. Brasil volta a ter média móvel supra de 500 mortes diárias por Covid depois de 6 dias
Os números reunidos pelo consórcio de veículos de mídia mostram que, em 24 horas, 629.712 receberam a primeira dose; 1.283.683, a segunda dose ou a dose única: e 51.351, a dose de reforço. O totalidade do dia ficou em pouco menos de 2 milhões de vacinados.

Até agora, mais de 139 milhões de brasileiros receberam a primeira dose, o que equivale a 65,29% da população. Mais de 75 milhões estão completamente vacinados, ou 35,43%. A dose de reforço foi aplicada em 156.920 pessoas.

Números da pandemia
Em 24 horas, o país registrou 709 mortes por Covid. O totalidade é de 587.847. Em 24 horas, foram confirmados 12.672 novos casos. Desde o início da pandemia, são 21.017.736.

A média de casos tem queda de 33%. São 15.165 novos casos por dia. A média de mortes se mantém com tendência de queda na conferência com duas semanas detrás, redução de 19%. São 520 mortes em média por dia. Mas há um aumento em relação aos últimos dias. Depois de seis dias inferior de 500, a média passou nesta terça-feira (14) desse patamar.

O Rio de Janeiro, que não divulgou dados na segunda-feira (13), nesta terça atualizou os números, mas avisou que o sistema do Ministério da Saúde está instável e que há defasagem. Já o ministério informou que não foi identificada nenhuma indisponibilidade no sistema.

Os epidemiologistas Diego Xavier e Pedro Hallal disseram que ainda é cedo para tirar conclusões e que é preciso esperar mais alguns dias para saber se houve ou não reversão de tendência na média de mortes.

Cinco estados registram subida na média de mortes. Rondônia e Rio Grande do Norte tiveram os maiores aumentos. Em segurança, são nove estados. Doze estados e o Província Federal têm queda. As maiores reduções foram em Sergipe e no Maranhão.