Pelo menos dez cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte amanheceram com pontos de enchente e relatos de pessoas ilhadas depois de fortes chuvas durante a madrugada. Segundo o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, nesta manhã, houve mais de 120 chamadas de pessoas ilhadas na região. Em Nova Lima, as águas chegaram a atingir 2,5 metros no bairro de Honório Bicalho. Com a confirmação de pelo menos oito mortos no acidente de Capitólio, ontem (8), já são 14 óbitos em decorrência do período pluviátil, segundo a Resguardo Social estadual.

Também na manhã de ontem, um dique de contenção de chuva da Mina Pau Branco transbordou e interditou a rodovia BR-040 nas imediações de Nova Lima por não suportar o grande volume de chuvas. Segundo os bombeiros, as enchentes de hoje não são consequência do caso.

De concordância com boletim da Resguardo Social estadual, o período pluviátil, registrado desde outubro, já deixou 13 mortos, considerando as sete mortes no acidente em Capitólio ontem, e fez com que pelo menos 17 mil pessoas saíssem de suas residências. Mais de 120 municípios estão em estado de emergência. Ao todo, 13.723 pessoas ficaram desalojadas e 3.374, desabrigadas. Nos dois casos, são pessoas que tiveram de deixar suas casas, mas são considerados desabrigados os cidadãos que necessitam de assistência do governo para moradia temporária.