Atividade do vulcão das Canárias tem queda acentuada nas últimas horas

“Nas últimas horas, o tremor vulcânico quase desapareceu, assim como a atividade explosiva estromboliana [tipo de ação vulcânica que alterna erupções de lava e projeções explosivas, assim batizada em alusão ao vulcão da ilha de Stromboli, no sul da Itália]”, afirmou o Instituto de Vulcanologia das Canárias (Involcan).

A sucursal afirmou que, por enquanto, não é provável instaurar se é uma pausa, ou o fechamento da erupção, e disse que está avaliando diferentes cenários.

A as autoridades ordenaram o confinamento dos habitantes de vários bairros do município de Tazacorte nesta noite, para protegê-los de gases tóxicos que podem se formar com a chegada ao mar da lava do vulcão.

Inicialmente, a chegada da lava ao mar era esperada para ocorrer no início da semana passada, mas o fluxo perdeu velocidade.

Os especialistas temem os efeitos do encontro do magma incandescente com a chuva. Esta convergência pode gerar um choque térmico que levaria à formação de colunas de vapor d’chuva carregadas de ácido clorídrico.

Os fluxos incandescentes de magma cinza e laranja engoliram quase 500 edifícios. A lava já cobre mais de 212 hectares, incluindo várias plantações de banana, de concordância com dados do sistema europeu de mensuração geoespacial Copernicus.